Datena quer ser prefeito

Muitos paulistanos estão extremamente preocupados em reclamar da redução do limite de velocidade nas Marginais, mudança implantada por Fernando Haddad (PT), nosso atual prefeito, para diminuir a quantidade de acidentes. E não se dão conta de que este, se é que pode ser chamado de problema, é o menor deles. 

Nesta semana, o apresentador José Luiz Datena anunciou sua pré-candidatura à Prefeitura de São Paulo.

(Foto: Band)
(Foto: Band)

Primeiramente, é importante mencionar que o próprio Datena já disse, várias vezes, que nunca seria político e, em 2012, afirmou ainda – em entrevista ao jornalista Mauricio Stycer – que considerava “injusto” apresentadores de TV virarem políticos. Criticou, inclusive, Celso Russomano que participa do bloco Patrulha do Consumidor, no Programa da Tarde da Record.

De fato, é um tanto injusto figuras da televisão se candidatarem a cargos públicos pois já possuem uma proximidade com a população. É como se estivessem fazendo sua campanha eleitoral desde sempre, no sentido de que o eleitor já conhece esses candidatos muito melhor do que conhece os outros que não fazem parte do universo televisivo – um fator determinante no momento de escolhermos quem receberá nosso voto.

Somado a isto, Datena apresenta nada menos que um programa policial, o famoso Brasil Urgente, da Band. Sem isenção de opinião e com uma linguagem bastante acessível, o apresentador elogia a atuação da polícia e fica indignado com a violência e o crime, compartilhando da opinião (e até indignação) de muitos paulistanos. Podemos equiparar Datena a Gil Gomes, o radialista que narrava – de maneira bastante dramática e com linguagem popular – casos policiais. Na época de seu programa, por volta da década de 70, Gil Gomes era considerado um justiceiro por seus ouvintes. Ele recebia muitas cartas e seus autores chegavam a, inclusive, pedir que o próprio radialista tomasse uma atitude com relação a algum crime ou injustiça que tivessem sofrido. 

Por mais que o Brasil Urgente não tenha o tom de “contar uma história” como tinha o Programa Gil Gomes – até por ser transmitido pela televisão -, é fácil perceber a semelhança entre os dois. E se Datena for visto como um justiceiro, não é preciso dizer que suas chances de se eleger prefeito aumentam. 

Além disso também é importante frisar que ele está se candidatando pelo PP, o Partido Progressista, que tem mais políticos investigados pela Operação Lava-Jato que qualquer outro partido, e ao qual também pertence Paulo Maluf. Seu vice será o delegado da Polícia Civil Antonio Olim, que, em entrevista ao jornal “Folha de S.Paulo” neste ano, defendeu uma polícia mais dura e a redução da maioridade penal para 15 anos.

O curioso, porém, nessa história toda com o PP é que Maluf afirmou, em entrevista à “Folha” que o partido, que apoiou a eleição de Haddad em 2012, não deveria ter um candidato próprio para se manter fiel ao atual prefeito e apoiar sua reeleição.

Eu ouvi muito por aí que o Haddad “só faz coisas ruins” para São Paulo, mas se Datena for eleito, as “coisas” vão ficar definitivamente piores. Se bem que quem acha que o atual prefeito é ruim para a cidade possivelmente iria preferir o apresentador de Brasil Urgente. 

Advertisements

2 thoughts on “Datena quer ser prefeito

  1. Bela pesquisa! E acho que vale ainda abordar a maneira como a PM lida com o “crime”, sendo diretamente responsável pelo aumento da violência na cidade, dado que muitas das ações mais violentas que não vemos diariamente são de autoria da polícia. A mesma polícia que será certamente apoiada e provavelmente piorada (em termos de abuso do poder), caso Datena seja eleito no ano que vem.

    1. Com certeza! Só pela maneira como o Datena narra as perseguições policiais que ele mostra na TV , por exemplo, já dá para saber que ele apoia totalmente uma maior agressividade da PM. Além do fato do vice dele ser um policial (ainda que civil) e também ter uma postura parecida.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s