ENTENDA: Eduardo Cunha declara se opor a Dilma // Atletas batem continência no Pan // Embaixada dos EUA reabre em Cuba

Eduardo Cunha declara se opor ao governo Dilma

Após ser acusado de receber R$ 5 milhões de reais em propina em acordo da Petrobrás, o Presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), rompeu com o governo de Dilma. Fez sua declaração na sexta (17).
Cunha foi além, disse que iria estimular o PMDB, como um todo, a romper com o governo também. Em nota, entretanto, o partido esclareceu que a posição do deputado não expressa a posição do coletivo. É importante lembrar que o vice-presidente, Michel Temer, também faz parte do PMDB.
Diante disso, o Palácio do Planalto emitiu uma nota, afirmando que considera pessoal a posição de Cunha e que espera que sua decisão não o atrapalhe em suas ações como Presidente da Câmara.

Atletas batem continência nos jogos Pan-Americanos

Neste Pan, em Toronto, alguns atletas brasileiros chamaram atenção por baterem continência quando no pódio. Entre eles estão os judocas Tiago Camilo, Charles Chibana e o nadador Leonardo de Deus.
Eles, porém, não são os únicos militares brasileiros competindo.
Em 2008, o Ministério do Esporte fez um acordo com o Ministério da Defesa e criaram o Projeto de Incorporação de Atletas de Alto Rendimento, em que quase 600 atletas – de diversas modalidades – alistaram-se nas Forças Armadas e receberam um treinamento básico.
Joanna Maranhão, a nadadora que publicou um vídeo dizendo ser contra a redução da maioridade penal poucos dias antes do Pan, também é militar.
Segundo os atletas, não é algo obrigatório, é apenas uma forma de mostrar “respeito ao apoio que dão”, como declarou a nadadora e militar Manuella Lyrio, que disse ter se esquecido de fazer o gesto quando recebeu sua medalha de bronze pelos 200m livre.
O ato gerou polêmica: muitos viram como uma forma de manifestação política. No Pan, é proibido fazer propaganda ou manifestar-se politicamente.
Por mais que os atletas não tenham sido punidos pelo gesto, isso deve ocorrer caso tomem a mesma postura nas Olimpíadas do Rio, em 2016. Segundo as regras do Comitê Olímpico Internacional, os atletas poderão perder suas medalhas.

Embaixada dos EUA reabre em Cuba

Na segunda-feira (13), a embaixada dos Estados Unidos foi reaberta em Havana, marcando o processo de fim do isolamento entre os dois países, existente desde 1961.
Na próxima segunda (20), Cuba reativará sua própria embaixada em Washington.
O embargo comercial imposto pelos EUA, no entanto, ainda não foi removido. O presidente Obama, porém, já pediu ao Congresso que levante o embargo.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s